ESPETÁCULOS Selecionados

21/09 - sábado

 

17h. Espetáculo: Oroborus - Cidade dos Homens, Cidade dos Ratos - Companhia Estranha de Teatro. Duração: 50 minutos.

WhatsApp Image 2019-07-18 at 12.48.59 (2

Eloah, deus sem gênero, vive na cidade de Oroborus, cidade que come o próprio rabo, o prefeito roubou os corações dos homens. É Eloah quem vai viver uma saga para reencontrar os corações dos homens, das mulheres principalmente, reconquistar as terras, direito do povo.

 

Ficha técnica:
Criação: Cia. Estranha de Teatro

Direção e dramaturgia: Lígia Helena

Direção musical: Niel Pimenta

Elenco: Chielly Silva, Gabriel Ferraz, Jaderson Silva, Julia Tayne, Kaio Barros, Kettely Souza Oliveira (Mitty), Niel Pimenta, Tainara Silva e Yara Aguiar

Fotografia: Sueli Almeida / Sueluz Fotografia.

Produção: Gabriel Ferraz

19h30. Cena curta: Filhos de Guerra - Núcleo de Teatro Adolescente da Fundação das Artes de São Caetano do Sul. Duração: 30 minutos.

Filhos de guerra (foto Jonathan Silva (7

No meio do caos e medo, crianças filhas da guerra encontram finalmente um lugar na qual podem ficar. Mahagonny, uma cidade de luxo e barganha, onde os princípios são definidos pelo dinheiro e pela vontade. As crianças saem da violência e encontram a descrença, a falsidade e principalmente a ilusão, elas devem se adaptar a essa nova realidade sem esquecer de suas origens, pois mesmo sendo um passado traumatizante, é um passado onde tinham família.

 

Ficha técnica:

Elenco: Filipe Ferreira, Giovana Laranjeira, Isadora Rocha, Isabel Vernier, Isabela Lacerda, Iuri Manzini, Izabelle Bandurski, João Molcking, Laricia Martins, Laricia Vernier, Leo Nunes, Rafaela Dantas e Sabrina Canever.

Orientação: Vanessa Senatori.

Monitoria: Amanda Cavalcanti, Jessica Wingester, Jonathan Silva e Lucas Di Castro.

Sonoplastia: Iuri Manzini e Lucas Di Castro

Iluminação: Jessica Wingester

Figurinos: O grupo

Cenografia e adereços: Paula Venâncio e Núcleo de Prática em Cenografia do Curso Técnico em Teatro

Fotos: Jonathan Silva 

20h. Espetáculo: Canteiro - Cantos que Rompem o Asfalto - Grupo Canteiro. Duração: 45 minutos.

IMG-20190723-WA0008.jpg

Presentes em um canteiro de obras, corpos-tijolos questionam seus papéis na estrutura social da qual fazem parte. Por meio de narrativas fragmentadas e da reflexão expressa nos cantos entoados pelo grupo, são denunciadas opressões e debatidas as formas de resistência e luta.

 

Ficha técnica:

Elenco: Aryel Fernandes, Beatriz Brasilina, Giovanna Zad, Guilherme Moura, Ingrid Fernandes, Kaique Souza, Letthicia Johanson, Luan Luan, Marcello Evans, Michelle Praxedes, Natália Trindade e Sara Boluda

Músicos: Nina Souza, Clayton Nascimento e Jaqueline Leite.

Direção: Túlio Crepaldi 

Dramaturgia: Solange Dias

Figurino: Rafael Bicudo 

Cenário: Mauro Martorelli

Desenho e Operação de Luz: Danilo Mora

22/09 - domingo


17h. Espetáculo: MOKITA - Companhia Liga Teatral Municipal de Iperó. Duração: 45 minutos.

LIGATEATRALMOKITA.jpg

Em um circo de lonas velhas, uma produtora mantém, aos berros, uma equipe de artistas jovens e inventivos, sempre repreendendo seus experimentos artísticos, aceitando no picadeiro, apenas o que vende ingressos. Mas os jovens parecem não falar muito bem a sua língua empreendedora, o que lhes rende uma passagem só de ida para fora dos picadeiros. Descrentes da sua própria arte ingressam na vida urbana, metódica e distante da sua realidade. Será aquele o único caminho para eles?

 

Ficha técnica:

Direção: Thailini Rocha

Elenco: Janaína Gomes, Isabelle Rodrigues, Larissa Melo, Vitória Soares, Camila Mello, Bianca Fava, Dandara Caroline, Giovanna Ruzinente, Camile Vitoria, Isabela Mattos, Fernanda Gutierres, Julia Beatriz, Luiz Domingues, Gabriel Domingues, Guilherme Augusto, Ewerthom Costa, Diogo Mello, Elis Regina, Bruno Rodrigues, Valdenice Rocha, Lucas Derosa, Denis Carajeoloskov/ e Irani Domingues.

19h. Espetáculo: Una - Dedicado a Todas as Outras - Coletivo Rubra. Duração: 85 minutos

64299442_10215933194976716_8658602473293

West Yorkshire, 1977. Um assassino em série está aterrorizando o condado inglês, e a polícia encontra dificuldade em resolver o caso – mesmo tendo interrogado o assassino (sem o saber) nada menos que nove vezes. Enquanto essa história se desenvolve ao seu redor, Una, então com 12 anos, vivencia uma série de atos violentos, pelos quais se culpa. Baseado no livro Desconstruindo Una, o espetáculo Una – Dedicado a Todas as Outras examina o significado de se crescer em meio a uma cultura na qual a violência masculina não é punida ou questionada.

 

Ficha técnica:

Direção e Iluminação: Felipe Vieira de Galisteo

Dramaturgia: Coletivo Rubra, a partir do livro “Desconstruindo Una”, da artista Una.

Atuação: Allie Lopes, Ana Laura Alvarez, Bruno Alves, Guilherme Maniezo, Heloísa Araújo,

Julia Miller, Kamila Santos, Laís Soares, Larissa Cardoso, Mikaelly Queiroz e Mileny Vitória.

Operação de Som: Julia Fernandes.

Operação de Vídeo: Biah Gama.

Assistência de Palco: Ester Lino.

Produção: Coletivo Rubra.

23/09 - segunda-feira

 

17h. Espetáculo: Somos o que Somos - Grupo de Teatro da Casa de Cultura Leide das Neves. Duração: 50 minutos.

IMG-20190718-WA0010.jpg

Somos o que somos é um espetáculo repleto de danças, músicas, mitos e lendas da cultura popular brasileira. Entre rimas de cordéis e brincadeiras os brincantes em euforia adentram o imenso universo da nossa cultura popular nos fazendo refletir sobre quem somos. Nos passos de nossas danças contamos a nossa história que muitas vezes foram deixadas para trás, somos um povo em busca de saber quem somos, e é esse o caminho que devemos seguir. Nossa cultura é raiz e deve ser cultivada.

 

Ficha técnica:

Dramaturgia e direção: Janaina Ribeiro

Elenco: Bruna Iasmin, Bruna Suhett, Bruno Santana, Bryan Galdino, Débora Mendes, Emilly Rocha, Isabela Jacubavicius, João Pedro della Monica, Larissa Lorrany, Larry dos Anjos, Laura Barbosa, Lucas Pereira, Maria Eduarda Ferreira, Pedro de Matos, Rebeca Mendes, Rubens Marinho, Sabrina Larissa.

19h30. Cena curta: Um Dia: a escola como ela (quase) é - Núcleo Cativar de Teatro. Duração: 30 minutos.

WhatsApp Image 2019-07-02 at 11.54.06.jp

Um grupo de alunos vive, durante um dia, os conflitos e desafios do cotidiano na sala de aula: de professores machistas à provas surpresa; da ida ao banheiro à hora do intervalo. Acompanhe, da primeira à última aula, mais um dia comum na Escola Estadual Professora Maria dos Desesperos. Se prepare, haverá uma surpresa ao final!

 

Ficha técnica:

Direção: Miguel Tescaro

Assistente de direção: Julia Gomes

Texto: Núcleo Cativar de Teatro

Atrizes: Ariane Leite Novais - Zé; Clara Pereira Silva – Cabelo; Elisângela Cássia Almeida da Silva – Silva; Ellen Silva Oliveira – Professores; Eloíza Alves de Siqueira – Professores; Geani Silva de Soza – Gi; Giovanna Cristina dos Santos Amorim – Professores; Sarah Lawany Mafra dos Santos – Sabrina e Thaiane Gonçalves Nunes – Pri.

Preparação Corporal: Gabriel Pequeno

Música e Sonoplastia: Gabrielly Santos Martins e Camila Helena

Figurino, maquiagem e cenografia: Núcleo Cativar de Teatro

Direção da ONG: Nádia Gibo

20h. Espetáculo:  Máquina Teresa - Coletivo Zéfiro Norte. Duração: 90 minutos.

Teresa é uma jovem adolescente que vive numa espécie de cidade-ilha, banhada pelo mar. A mãe de Teresa é submetida à violência do padrasto todos os dias. Indignada com esta situação, Teresa sai numa viagem-expedição em busca do pai biológico, que nunca conheceu, pensando que ele será a solução para todos os problemas. Durante a viagem, Teresa e seus companheiros vivem diferentes situações e encontros que farão com que o caminho se torne cheio de transformações. A Máquina Teresa será, portanto, uma maneira de ver e mudar o mundo, a partir do conhecimento de como ele funciona.

 

Ficha técnica:

Márcio Castro: Direção

Atuação: Artur Nascimento, Bárbara Scalabrim Klumpp, Bruna Kaillany Ramos Alves, Camille Ramos Souza, Emanuellyn Lucas da Cruz, Felipe Alves Pereira, Gabriela Rodrigues Pinheiro, Hanna Regina Calixtro Rocha, Isabella Lima do Nascimento, João Vitor Gomes, Julia Saraiva Brasil, Letícia Costa Santos, Lucas Rodrigues Belasco Silva, Lucas Vilete Marinho, Maira Nunes, Pedro Siqueira Brito, Raquel Malange Pereira e Yasmin Moraes Cançado.

Músicos: Amanda Batista, Beatriz Armoa, Charles Viana, Evandro Sato, Gabriel Nobre e Joana Coutinho.

24/09 - terça-feira

 

17h. Espetáculo: Buraco de Minhoca - Teatro Singular. Duração: 60 minutos

DSC_2813-2.jpg

“Se você estivesse lá!?” é o que se perguntam 5 jovens em viagem quando se deparam com ofensas diante de culturas que tanto amam. Eles se encontram para jantar em um lugar desconhecido e não sabem se devem sair dali ou defender suas crenças. A nova peça do Teatro Singular, “Buraco de Minhoca”, discute o preconceito com o outro, com outra cultura, que se justifica muitas vezes pelo desconhecido ou pelo estereótipo. Sem saber o que fazer, perguntam o mesmo para o espectador.


 

Ficha técnica:

 

Direção e coordenação pedagógica: Paulo Gircys,

Dramaturgia: Ayla Monteiro e Laura Cursino

Atuação: Ayla Monteiro, Gabriela de Moraes, Guilherme Soares Szabo, Luiza Magalhães, Yasmim Sanches

Direção de arte: Arthur Hideki (cenografia, iluminação e projeção) e Renata Regis (figurino e maquiagem)

Operação de luz: Mitty

Contrarregragem: Vitor Gonçalves

Operação de som: Paulo Gircys

Sonoplastia: Teatro Singular

Edição de vídeo/filmagem: Arthur Hideki, Giulia Borelli, Lucas Reitano, Paulo Gircys, Rafaella Freitas

Consultoria em video-mapping: Lucas Reitano

Ator convidado para vídeo: Gabriel Góes

Cenotécnica: José Dahora

Fotografia: Sueli Almeida (Sueluz Fotografia)

Apoio de produção: Leonardo Reitano e Lucas Reitano

Agradecimento aos que contribuíram com o processo: Heloísa Cardoso, Juán Goés, Pedro Henrique, Mateus Mello, Raquel Souza, Sarah Souza

Produção: Teatro Singular

Realização: Colégio Singular

19h30. Cena curta: Como ser feras numa sociedade que espera que sejamos sempre belas - Grupo Teatral Os DesConcentrados. Duração: 15 minutos.

Inspirado no conto de fadas francês A Bela e a Fera, originalmente escrito por Gabrielle-Suzanne Barbot, a intervenção cênica 'Como ser fera numa sociedade que espera que sejamos belas" traz reflexões a respeito dos estereótipos de beleza a que todas as meninas estão expostas desde a infância.

 

Ficha técnica:

Direção: Silvaní Moreno.

Elenco: Ana Beatriz Oliveira, Ana Luiza Bomfim, Anne Caroline Andrade, Brenda Fontes Luz, Caique Vinícius Rodrigues, Camila Barbosa Franco, Ester Francisco de Souza, Giovanna Mendes Ferrari, Isabella Campelo França, Letícia Magalhães, Lucas Marques, Marjorie Victoria, Natália Guimarães, Nicole Garcia e Sofia Araujo.

20h. Espetáculo: Nos Telhados da Cidade - Cia. de Teatro Tal&Pá. Duração: 60 minutos.

IMG-20190526-WA0016 (1280x853).jpg

“Nos telhados da cidade..." inspirado em Rooftops, de Robert Wise, narra o cotidiano de jovens que vivem em prédios abandonados da cidade de São Paulo, enfrentando a violência urbana e descobrindo o valor da amizade, enquanto lutam por dias melhores. O espetáculo é uma releitura da montagem de 1999 e faz parte das comemorações dos 25 anos da companhia. Nessa nova versão, o grupo homenageia a poesia urbana do rapper Emicida e traz uma participação especial de MC Dartão Raptiulest.

 

Ficha técnica:

Elenco:Ana Julia Peres - Helena; Bibi Silva - Manu; Clara Lua  - Artista; Everton Souza - Padrasto; Gustavo Rodrigues - Lobo; Ícaro Mello - Liu; Isa Ramos  - Lica; Jennifer Nascimento - Janete (representante do Governo); Keyla Síntique - Faísca; Letícia Santos - Nicole; Lia Gonçalves - Mãe; Marco Silva - Hulk; Matheus Cristhian - Gaguinho; Mayara Capitanio - Ramona; Nikki Cruz - Alicia (representante dos moradores); Rafael Manoel - Cafú; Rauan Gomes - Bêbado; Stella Ferraz - Cacau; Tainá Lima - Elaine; Thaissa Gabrielli - Cacá; Valentina Macedo - Leandra (assistente social); Vitória Veiga - Joice e Winnie Mendes - Kátia

Participação especial: MC Dartão Raptiuleste

Direção: Val Oliveira

Assistente de Direção e Cenografia: Felipe Franti

Coreografia: Patrícia Nogueira

Sonoplastia: Soraya de Oliveira e Tomé de Souza

Operador de Som: Tomé de Souza/Rafael Elias

Desenho de Luz: Henrique Andrade e Rodrigo Damas

Operador de Luz: Rodrigo Damas/Rafael Ruiz

Figurino e Maquiagem: Cia. de Teatro Tal&Pá

Audiovisuais: Matheus Cristhian, Everton Souza e André Somora

Oficinas de atores: Lucas Ruiz e Robson Salvador

Apoio: Helena de Oliveira e Aline Dourado

25/09 - quarta-feira


18h. Espetáculo: Andrea, fragmento - Grupo Teatro & Sociedad (Chile). Duração: 45 minutos.

Andrea.jpg

Andrea desapareceu. Seus pais a procuram buscando pistas de seu paradeiro. Primeiro na escola onde ela estudava, depois entre seus colegas e por fim, com a polícia. Ninguém sabe o motivo de seu desaparecimento até que uma carta reveladora é encontrada. “Andrea” é um drama de Jorge Díaz que reflete sobre as relações entre os adolescentes e seus pais, sobre as drogas e a escola e acima de tudo, sobre as emoções.

 

Ficha técnica:
Direção: Pablo Riveras

Elenco: Karla Atenas, Pabla Sepulveda, Abigail Nahuel, Juan Aguilos e Cristóbal Carmona.