Prancheta 2.png

INQUIETA 
Revista de Teatro e Adolescência

APRESENTAÇÃO

"O papel fundamental dos que estão comprometidos numa ação cultural para a conscientização não é propriamente falar sobre como construir a ideia libertadora, mas convidar os homens a captar com seu espírito a verdade de sua própria realidade." (FREIRE, Paulo. 1979, p. 91)

A Inquieta é uma iniciativa da Comissão Organizadora do Festival de Teatro Adolescente Vamos que Venimos Brasil. Este projeto pedagógico, impulsionado por artistas educadores e pesquisadores de teatro, é, assim como o podcast Frequência VQV Brasil, a expansão de um sonho, o fruto do desejo de ampliar as ações do VQV para além dos dias nos quais transcorre a edição do Festival. 

Esta revista surge em meio à inesperada situação de pandemia, algo que nos trouxe a necessidade do distanciamento social e a necessária decisão de não realizar o Festival nesse momento. No entanto, os propósitos que movem a realização desta publicação se ligam a inquietações anteriores, surgidas nas edições do VQV Brasil e de outras sedes na América Latina, nas experiências artístico-pedagógicas que conduzimos ou que observamos, nos espaços onde a adolescência e o teatro coabitam. Assim, esta revista, embora lançada em tempos pandêmicos, não é deles fruto e projeta-se como espaço de discussão para além dessa condição.

A partir de tantas inquietações, aqui se materializa a criação de um espaço que intencionamos ser capaz de investigar a adolescência e as relevâncias estéticas e éticas das criações artísticas elaboradas por eles e elas, alicerçado na necessidade de se compreender a mesma não como uma passagem ou um estágio ainda imaturo da formação humana e constituição do sujeito, mas como um lugar em que se está, e que, portanto, necessita exercer sua cidadania, debater e refletir todas as questões da vida diária, vivenciar a diversidade de suas identidades, ter voz e escuta para compreender seus processos individuais e coletivos.

Se a adolescência se estrutura em processo, um projeto pedagógico em artes para adolescência também precisa acontecer desta forma: na contramão das demandas orçamentárias do setor da cultura, que dispõem de recursos para atividades recortadas no tempo, um processo artístico-pedagógico se desdobra para além dos limites hora-aula ou do espaço exclusivo do encontro formal, já que ocupa seu lugar no diálogo entre a permanente realização do presente e o passo adiante na construção do futuro. Para nós, o teatro jovem e adolescente não é uma versão reduzida do teatro adulto, pelo contrário, é outra linguagem e, como tal, possui e carrega em si suas inquietudes do mundo.

O lançamento, quase que simultâneo, do podcast mensal Frequência VQV Brasil e da revista Inquieta estruturam naquele um movimento dinâmico de troca entre os adolescentes e nesta um instrumento de reflexão e pesquisa, solidificando o VQV Brasil como um espaço de modificação social e ação político pedagógica.

Que a Inquieta seja nesta e em todas as suas edições futuras um convite para adolescentes, educadores e fazedores do teatro jovem a uma ação teatral que modifique as estruturas da sociedade.  


 

Por: Amanda, Hideki, Lígia, Paulo e Thaís.